18
Mai
2011
Apesar do Windows Phone 7 não ter arrancado oficialmente em Portugal (os terminais disponíveis são considerados pela Microsoft como Technology Preview e direccionados para o utilizador que não se importa de debater com os problemas de juventude da plataforma) o número de aplicações para a nova plataforma móvel começam a aparecer.

Tendo claramente em mente o mercado internacional, a Dagari Studios lançou o seu segundo jogo no Windows Marketplace. O Pirates Assault é um jogo baseado no conceito ‘Tower defense’ que se caracteriza pelos gráficos de excelente qualidade e por um método de jogo frenético.
Reza a história (do jogo) que o jogador é um pirata reformado cujas vitórias do passado resultaram num grande tesouro acumulado que é agora cobiçado pelos piratas no activo. Todo o jogo se passa em redor da necessidade de proteger o tesouro ou recapturá-lo caso este venha a cair nas mãos do inimigo.



O jogo já conta com quatro níveis que partilham grande parte da jogabilidade e que acabam por se distinguir pelo cenário onde se passa a batalha e por crescente nível de dificuldade. Para manter o jogador ocupado durante todo o tempo a Dagari ‘importou’ algumas ideias de outros jogos (do Plants vs Zombies, por exemplo), sendo possível ganhar rum para pagar a construção de mais (ou melhores) torres ou reconquistar o ouro perdido carregando múltiplas vezes nos navios de carga ou nos oponentes.
ver a notícia completa
Esta notícia já foi consultada 10849 vezes
10
Abr
2011
O alter-ego do Angry Birds para Blackberry, chamado Angry Farm foi actualizado e passou a dispor de mais 30 níveis de forma gratuita. A Smarter Apps aproveitou também esta actualização para corrigir alguns erros que persistiam em certos modelos e tornou o jogo mais robusto e fiável.



Há agora 70 desafios para serem ultrapassados arremessando os animais comuns existentes numa quinta contra os locais onde as raposas se escondem. O objectivo é expulsá-las e restabelecer a paz na quinta enquanto o dono da mesma se encontra ausente.
ver a notícia completa
Esta notícia já foi consultada 10994 vezes
8
Abr
2011
Actualmente, quando se fala de jogos para terminais móveis é inevitável a referência ao Angry Birds. O jogo da Rovio tomou tais proporções que acabou por ofuscar qualquer outro título lançado no mercado independentemente da qualidade do mesmo.
Entre os jogos que não receberam a devida atenção encontra-se o Cut the Rope da Zeptolab, que acabou de receber uma actualização temática (Páscoa) com mais 30 desafios.



Na mesma linha aparece o Drop the Chicken que não é muito diferente do ponto de vista de qualidade gráfica e mecânica de jogo mas que consegue, mesmo assim, contar com uma personalidade própria.
ver a notícia completa
Esta notícia já foi consultada 10496 vezes
8
Abr
2011
Depois de ter conseguido vender mais de 10 milhões de cópias do Angry Birds Rio nos primeiros 10 dias de comercialização, a Rovio lançou no mercado duas novas versões destinadas aos terminais Symbian e WebOS.



O novo jogo baseado na mecânica já conhecida dos anteriores Angry Birds não é uma mera actualização de cenários e puzzles já que resulta de uma revisão profunda da plataforma básica.
ver a notícia completa
Esta notícia já foi consultada 11230 vezes
28
Mar
2011
A Rovio já prometeu que será lançada uma versão do Angry Birds para o Windows Phone 7, muito possivelmente motivada pelas perspectivas geradas pela parceria estabelecida entre a Microsoft e a Nokia, mas até ela estar pronta existem outros jogos igualmente apelativos que poderão preencher essa lacuna.
O Gooo aproveita muito do que pode ser encontrado actualmente no Angry Birds mas com uma ou outra particularidade que o tornam suficientemente diferente.



Aqui não há pássaros mas um conjunto de criatura amarelas, bem redondinhas, que é necessário salvar. A salvação apresenta-se no formato de uma cesta que flutua ajudada por vários balões e é a única saída para as criaturas.
ver a notícia completa
Esta notícia já foi consultada 11838 vezes
21
Mar
2011
A actualização das ferramentas de desenvolvimento para a plataforma Symbian permitiu deixar para trás um sistema complexo e pouco intuitivo de se criarem produtos para a plataforma base dos smartphones da Nokia. A aquisição da Trolltech, e consequentemente do Qt, permitiu à Nokia dispor de um solução de desenvolvimento avançada e que está ao alcance de muitos mais programadores. O resultado são aplicações cada vez mais sofisticadas e completas.



O SpeedX é um fruto dessa nova realidade e, sendo simples graficamente, é desafiador e divertido. O jogador desloca-se num ambiente tridimensional, tipo tubo, ao longo do qual existem vários objectos (cubos) espalhados e que barram a passagem. O objectivo, como seria de esperar, é evitar esses obstáculos e chegar tão longe quanto possível.
ver a notícia completa
Esta notícia já foi consultada 10513 vezes
18
Mar
2011
Longe vão os tempos em que o iPhone era a única plataforma móvel a contar com jogos fascinantes e únicos. O Android pode ter demorado bastante tempo a recuperar da imagem de plataforma geek em que vingavam os utilitários meio obscuros e onde era impossível ganhar dinheiro com jogos e aplicações ‘a sério’, mas fê-lo e já é a primeira escolha para muitas empresas na hora de se criar e lançar um novo produto.

O Corby é um dos ‘grandes jogos’ que começa a sua carreira no Android, tanto na versão como tablet, e mais tarde encontrará o caminho para o iOS da Apple. O jogo da Silver Tree Media desenrola-se num universo tridimensional que terá que ser percorrido por um pequeno Robot chamado Corby. A forma como tudo se desenrola, a dinâmica do jogo e os seus objectivos fazem lembrar títulos como o Super Mário, Sonic ou mesmo o Ilomilo.

A complexidade do jogo ‘sente-se’ na proliferação dos botões virtuais, mas é algo que se interioriza passado algum tempo a jogá-lo. Há vários níveis para ultrapassar, enigmas e desafios para resolver e uma qualidade gráfica fantástica para ‘encher o olho’.
Apesar de ser gratuito, este jogo exige um dispositivo bem potente o que o direcciona para os modelos de gama alta (e pouco acessíveis) como o Optimus máximo 2X, o Google Nexus S ou o Samsung Galaxy S. Caso disponha deste último, é aconselhável actualizar o sistema operativo para a versão 2.2 para garantir uma gestão mais eficiente da carga de energia disponível.




Esta notícia já foi consultada 8970 vezes
12
Mar
2011
A vida tal como a conhecemos está em risco de se extinguir e a sua salvação está depositada nas patas dos quatro porcos do apocalipse!’. Este é o mote do Aporkalipse, um jogo para Android que mistura humor, puzzles, acção e aventura.



O jogo encontra-se dividido por 30 níveis distintos, cada um deles com vários desafios para serem ultrapassados recorrendo às ‘capacidades’ especiais das quatro personagens centrais. Para além de um objectivo central em cada um desses níveis, há ainda a necessidade de se recolher o máximo número possível de moedas e de garantir que nada acontece aos porcos.
ver a notícia completa
Esta notícia já foi consultada 8644 vezes
4
Mar
2011
Desde sempre que existem projectos de desenvolvimento que tentar resolver do lado do software aquilo que não se encontra presente em termos de hardware. Falamos concretamente das consolas que recorrem à distribuição de jogos em suportes físicos (UMD, Cartão, etc) que muitas vezes têm capacidades muito próprias mas que estão, mesmo assim, ao alcance de certas equipas de programadors.



O N64oid é mais um emulador numa longa lista criada até hoje e que garante ser possível usar os jogos criados tradicionalmente para a Nintendo 64 num terminal Android.
ver a notícia completa
Esta notícia já foi consultada 9375 vezes
2
Mar
2011
Não se encontra nos planos imediatos da Rovio alargar o sucesso alcançado em várias plataformas pelo Angry Birds aos Blackberry produzidos pela RIM. As especificidades da plataforma, que continua a ser suportada por um grande número de modelos sem ecrã táctil, impedem a migração directa do jogo para os Blackberry.



A alternativa chama-se Angry Farm, adopta uma mecânica similar e é suficientemente convincente para poder vir a ser o êxito que a Rovio prefere dispensar. O jogador tem ao seu dispor vários animais domésticos, cada um deles com a sua ‘capacidade’, que podem ser arremessados por intermédio de uma fisga gigante de forma a derrubar e destruir as estruturas onde se escondem diversas raposas.
ver a notícia completa
Esta notícia já foi consultada 8871 vezes
 
 
25 202 378 visitantes
10156 online neste momento