19
Fev
Huawei promete apresentar o smartphone mais rápido de sempre no MWC 2012
por Pedro Ivo Faria Huawei , Quad-core , Android 4.0 , Ascend D1 Q
A Huawei, tal como a ZTE, conseguiram impor os seus produtos rapidamente no mercado através de uma estratégia baseada em preços ultra-competitivos e de alianças com as principais operadoras móveis globais. Para estas últimas, as duas companhias chinesas representavam a possibilidade de desenharem os seus serviços e soluções sem terem que esperar que os fabricantes de dispositivos móveis caminhassem no mesmo sentido.
Era a possibilidade de controlarem a infra-estrutura, os terminais e os serviços e geri-los de uma forma integrada.

O facto de terem conseguido subir ao Top 10 dos fabricantes mundiais de smartphones demonstra o quanto a estratégia estava correcta mas para crescerem ainda mais e para se afirmarem por direito próprio no mercado ainda existem algumas barreiras a vencer.
A falta de identificação da marca e a conotação com produtos de gama baixa e com preços muito acessíveis são apenas dois dos ‘preconceitos’ que a Huawei tenta agora ultrapassar. A companhia chinesa já começou a investir numa gama de terminais de gama média-alta, mantendo a estratégia de boa relação preço-funcionalidade, mas apontando para um cliente mais exigente.



Para o Mobile World Congress 2012 a Huawei tem um ‘ás na manga’ com que pretende surpreender o mercado. O Huawei Ascend D1 Q, segundo a companhia, será ‘o mais rápido smartphone de sempre’ embora não especifique o que isso quer dizer ao certo.
A título de comparação a Huawei refere que ‘o processador quad-core usado, que funciona a 1.5 Ghz, será duas vezes mais rápido que os modelos equipados com o novo processador Nvidia Tegra 3’.



A qualidade geral também não foi deixada ao acaso com a companhia a investir ‘nos detalhes’ e em garantir que a qualidade geral do novo terminal será abstante superior aquilo que a Huawei nos tem habituado.
O Android 4.0 foi a plataforma escolhida para dar vida a este terminal restando apenas esperar-se pela conferência de imprensa de apresentação que está marcada para o dia 26 de Fevereiro.

Esta notícia já foi consultada 10346 vezes
 
 
Publicidade