1
Jul
Huawei também adere à moda dos phablets com o Ascend Mate
por CVF Huawei , Ascend Mate , Android
Nos últimos meses tem-se assistido a uma noiva tendência entre os fabricantes de dispositivos Android: a criação de um ou mais modelos de dimensões avantajadas que se posicionam entre os smartphones tradicionais e os tablets.
Este novo nicho, que tem vindo a ser designado de phablets, está a ser explorado por várias marcas com a Huawei a ser a mais recente a ‘saltar para o comboio’.



O Huawei Ascend Mate apresenta uma relação corpo-ecrã sem par no mercado, com o ecrã a representar 73% da área frontal útil do dispositivo. O ecrã HD de 6.1 polegadas (resolução de 720x1280) recorre a tecnologia IPS e domina praticamente a totalidade do dispositivo. Ainda assim é possível encontrar uma câmara fotográfica frontal de 1 MPixels, uma câmara posterior de 8 Mpixels e espaço para um enorme bateria de 4050 mAh. Tudo isto em apenas 6.5 mm de espessura.
No interior existe uma antena dupla de alta-frequência, que melhora a recepção de sinal de rede em 2.5 dB, um processador quad-core da Hi-Silicon a 1,5 Ghz, suporte para redes 3.5G e 2 GBytes de RAM.

Como já vem sendo hábito este modelo é baseado no Android 4.1 e conta com um conjunto de tecnologias e vêm melhorar o desempenho do dispositivo em certas áreas. Das tecnologias QPC e ADRX que asseguram um consumo de energia mais moderado à tecnologia Magic Touch que permite que o ecrã seja operado com luvas, há um conjunto de soluções que aproximam mais o utilizador dos serviços digitais actuais.
Este modelo já está disponível nas lojas nacionais em duas cores – negro e branco – e tem um preço de 499 euros na versão livre de operador (desbloqueado).

Esta notícia já foi consultada 90824 vezes
 
 
Publicidade